0

A autoestima é a forma como nos percebemos, a visão que temos de nós mesmos. Quando ela é positiva, somos mais felizes e temos mais força para lidar com as adversidades do dia a dia. Já quando ela é negativa, abrimos uma porta para muitos sofrimentos psicológicos.

Na terceira idade, onde muitos aspectos da vida mudam, melhorar a autoestima é essencial para garantir um envelhecimento saudável, porém, poucas pessoas se dão conta da importância desse aspecto na vida do idoso.

Fortalecer a autoestima na terceira idade ajuda a pessoa a melhorar sua visão sobre a vida, sua relação com a família e seu papel na sociedade — pontos que são altamente questionados quando se chega a essa idade e é preciso lidar com alguns dilemas.

Nesse sentido, nós separamos 7 dicas infalíveis para você contribuir com o aumento da autoestima do idoso de forma simples e eficaz. Confira a seguir!

1. Combata o isolamento 

Uma das características mais marcantes na vida do idoso é o isolamento. Isso fica muito evidente graças a aposentadoria, que tira a pessoa de sua rotina de trabalho e convívio social para passar mais tempo em casa.

Porém, a vida dos outros familiares não para, e se o idoso tiver alguma limitação física ou psicológica, fica ainda mais difícil interagir com outras pessoas da mesma forma que antes.

Por isso, a regra número um quando falamos sobre melhorar a autoestima é combater o isolamento. Para isso, é essencial estimular o convívio social do idoso, tirando-o de uma rotina ociosa, sem o contato com outras pessoas. Veja algumas atividades que você pode propor:

  • passeios e encontros da terceira idade;
  • visitas a bailes da terceira idade;
  • grupos de viagem para a terceira idade;
  • visitas da família.

2. Inclua o idoso nas decisões

Imagine tomar as próprias decisões durante a vida inteira e, em um determinado momento, não poder escolher nem o alimento que vai consumir? Pois é isso que muitos idosos vivem.

Muitas vezes, a família faz isso de forma inconsciente, pensando ser o melhor para o idoso — que, às vezes, se nega a realizar algumas obrigações simples, como tomar banho e comer.

O ideal é incluir essa pessoa nas decisões da família, principalmente quando elas dizem respeito e ela própria. Para isso, você pode tentar:

  • listar o que o idoso gosta de comer e tentar equilibrar;
  • levá-lo para fazer as compras e escolher os alimentos;
  • fazer com que ele participe do preparo do alimento;
  • tentar não fazer tudo por ele (quando não há limitação física);
  • perguntar sua opinião em questões simples.

3. Delegue responsabilidades para melhorar a autoestima

A grande maioria das pessoas não gosta de ter responsabilidades, mas a verdade é, que quando nos vemos sem nenhuma delas, a vida pode ficar sem sentido. E é isso o que acontece com o idoso, que, muitas vezes, é subestimado.

Isso cria uma sensação de impotência e pouca importância, o que contribui muito para uma baixa na autoestima, mas pode ser bem simples resolver!

Primeiro, é importante destacar que, antes de seguir qualquer uma dessas dicas, é essencial avaliar as capacidades físicas e psicológicas de cada idoso, para não exigir muito nem pouco.

Dito isso, você pode delegar algumas obrigações simples para que o idoso levante todas as manhãs sabendo que tem tarefas a cumprir, como:

  • arrumar a cama;
  • colocar roupas sujas na lavanderia;
  • cortar alguns legumes;
  • cozinhar pratos simples.

4. Ajude o idoso com sua aparência

A aparência é um dos pontos de maior mudança quando se chega na terceira idade, e também um dos que causam mais impacto na autoestima. Muitas pessoas nessa faixa etária deixam de admirar sua própria aparência, dispensando até os cuidados com a higiene.

É muito importante acompanhar esse aspecto na vida do idoso, cuidando para que ele faça sua higiene pessoal todos os dias da maneira correta e também incentivando outros pontos mais estéticos, como:

  • usar roupas novas;
  • não deixar os acessórios de lado;
  • investir em tratamentos dentários;
  • não deixar de usar maquiagem;
  • ir ao salão de beleza.

5. Incentive-o a praticar um hobby

Quantas pessoas deixam de fazer aquilo que gostam durante a vida por falta de tempo? É na terceira idade que surge a oportunidade de colocar alguns hobbies em prática, e isso pode ser muito benéfico para a autoestima.

Incentivar o idoso a praticar um hobby de sua preferência trabalha a realização pessoal, promove o desenvolvimento de novas habilidades, estimula o convívio social e aumenta a autoestima.

Mesmo que o idoso não tenha nenhuma atividade em mente, é importante procurar desenvolver novos dons em uma aula de artes, música ou dança, por exemplo.

6. Estimule a prática de exercícios físicos

Praticar exercícios físicos na terceira idade promove a manutenção da saúde, bem-estar e ainda deixa o corpo mais tonificado, flexível e resistente — o que colabora para que a autoestima permaneça sempre elevada.

Incentive o idoso a praticar exercícios físicos, mas sugira uma atividade com que ele se identifique. Além da tradicional musculação, também existe o yoga, pilates, exercícios aeróbicos, alongamento, hidroginástica e assim por diante.

Independentemente da escolha, o exercício precisa ser praticado com supervisão e autorização médica, para garantir que a prática está de acordo com as possibilidades de cada um, prezando pela segurança. 

7. Contrate um cuidador de idosos

Um cuidador de idosos está preparado para desenvolver várias atividades com pessoas da terceira idade, além de prezar pelo seu bem-estar físico e emocional. Durante o dia, além da companhia, ele pode propor algumas atividades e jogos que trabalham as capacidades cognitivas, ocupam o tempo e aumentam a autoestima.

Essa opção é a mais indicada para aqueles idosos que possuem limitações físicas e psicológicas muito marcantes e não podem sair de casa, viajar, dançar ou conviver com outras pessoas facilmente.

Melhorar a autoestima de uma pessoa idosa não é uma tarefa tão complicada, mas, às vezes, pode ser bem desafiador lidar com essas questões e ainda dar conta de todas as outras obrigações do cotidiano.

Nessa hora é imprescindível contar com ajuda de profissionais como os Guardiões de Vidas. Faça uma visita em nosso site e conheça nossos serviços de cuidados para pessoas da terceira idade.

Gostou do Blog? Deixe uma uma resposta

Está de saída?

Assine nossa newsletter
e seja o primeiro a saber
sobre nossos blogs e
outras novidades.
inscrever-se
close-link
WhatsApp Logo