0

Com o aumento progressivo da expectativa de vida nos últimos anos, é natural que grande parte da população brasileira experimente a quarta idade. Contudo, a principal questão é atingir essa etapa com saúde, afinal, na fase senil é comum que apareçam limitações de movimento e dificuldades de locomoção. Diante desse contexto, é muito importante tornar os ambientes mais acessíveis, especialmente com a utilização de barra de apoio para idosos.

Ignorar certos ajustes no meio de convívio dessas pessoas pode comprometer suas rotinas de atividades diárias. Além disso, muitos acidentes domésticos acontecem justamente pela falta de suporte.

Pensando em mudar esse cenário, preparamos este artigo com informações essenciais que vão ajudá-lo a oferecer um ambiente mais seguro e autônomo para os idosos. Acompanhe!

Qual a importância da barra de apoio para idosos?

A falta de equilíbrio, embora seja um problema simples, pode causar sérias consequências em pessoas com idade avançada. Nessa altura da vida, a estrutura física dos idosos já não é mais a mesma, bem como suas capacidades. Com o tempo, tanto a visão, quanto a audição e a habilidade de identificar a localização espacial do corpo são naturalmente comprometidas.

Na terceira idade, os receptores responsáveis pela manutenção do equilíbrio são diminuídos e a força muscular é bastante reduzida. Isso ocorre por conta de um desgaste maior nas articulações e da queda na capacidade de enxergar. Como consequência, os reflexos são ainda mais lentos e a chance de queda é muito grande.

Nesse sentido, adaptar os cômodos residenciais — em especial as áreas molhadas e de maior tráfego — é essencial para evitar acidentes. Vale ressaltar que esse tipo de intervenção pode agregar mais energia às pessoas de idade avançada, já que promove maior autonomia durante os afazeres diários, permite uma locomoção com mais eficiência e provoca reflexos positivos na qualidade de vida do idoso.

Como escolher as barras corretamente?

Em linhas gerais, a barra de apoio para idosos é fabricada em alumínio ou inox. Esses materiais oferecem uma grande resistência e durabilidade, além de serem de qualidade superior. Atualmente, o mercado disponibiliza alguns modelos de formatos distintos. Existem barras articuladas, retas, em forma de U ou L. O seu uso é indicado em lavatórios, vasos sanitários, chuveiros, cozinhas, escadas, entre outros.

Por serem instalados em diversos ambientes, é fundamental escolher produtos que ofereçam garantia de uso e tenham boa procedência. Contudo, o principal aspecto na hora de definir o modelo ideal é realizar um planejamento de acessibilidade contendo todos os detalhes do projeto. Dessa forma é possível garantir a máxima eficiência do equipamento, minimizando todos os riscos aos quais os idosos são submetidos durante seu uso.

Como instalar?

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) é o órgão responsável pelas diretrizes que dispõe sobre a acessibilidade em espaços públicos. Os parâmetros adotados pela instituição são baseados em diversos aspectos da mobilidade e percepção de pessoas com idade avançada. O foco principal dos critérios estabelecidos é auxiliar as necessidades individuais, bem como promover o bem-estar dos idosos.

Nesse sentido, no intuito de oferecer maior autonomia, independência e garantir a segurança na moradia, é essencial seguir as recomendações da Norma NBR 9050. Nesse caso, a barra de apoio para idosos deve ser capaz de resistir ao emprego da força equivalente a, no mínimo, 150 kg. Ou seja, o dispositivo deve ser capaz de suportar o peso sem que haja qualquer avaria em sua estrutura.

O material utilizado na confecção da barra deve ser resistente à corrosão, incluindo seus acessórios de fixação. Ainda, é obrigatório que as barras tenham um local adequado para empunhadura durante o seu uso. Por isso, a distância mínima de colocação do suporte é de 40 mm em relação à sua base de suporte (como a parede), de modo que não dificulte o usuário de segurá-la com firmeza.

Vaso sanitário

O dispositivo de sustentação deve estar colocado a 75 cm de altura do revestimento do piso a partir dos pontos de fixação. O comprimento mínimo da barra reta deve ser de 80 cm na posição horizontal e a pelo menos 40 cm da bacia sanitária. Verticalmente, deve-se instalar uma barra de, no mínimo 70 cm, instalada a 10 cm da barra no sentido horizontal, respeitando o limite de 30 cm da parte frontal do assento sanitário.

Lavatório

Reserve um espaço entre a barra e o suporte de sustentação de pelo menos 4 cm quando houver paredes laterais, de modo a facilitar a utilização do equipamento. A parte frontal da pia ou lavatório deve estar a, no máximo, 20 cm da barra de apoio para idosos. 

Os apoios horizontais devem estar a uma altura entre 78 cm e 80 cm a partir do piso, desde que acompanhe as dimensões do lavatório. A instalação no sentido vertical deverá estar a 90 cm de altura do piso e com comprimento mínimo de 40 cm.

Box do chuveiro

Dentro da área de banho deverá ser instalada duas ou mais barras de apoio para idosos e pessoas com baixa mobilidade. A parte horizontal do box deve contar com um ponto de apoio de, no mínimo, 70 cm e estar fixo em uma altura de 75 cm do piso acabado. Na parte frontal do chuveiro, a barra deve possuir dimensões mínimas de 95 cm e altura máxima de 75 cm.

Vale ressaltar que as dimensões destacadas anteriormente foram pensadas para oferecer melhor conforto e segurança na utilização dos pontos de apoio. Além disso, um profissional qualificado deve ficar responsável pela execução do serviço de adaptação dos ambientes. 

Outro ponto importante é estar atento à utilização de ferramentas e acessórios indicados para esse fim. O uso de buchas e parafusos inadequados pode comprometer a eficiência desse tipo de proteção e colocar em risco todos os cuidados necessários com a pessoa idosa.

Assim, a barra de apoio para idosos é um acessório indispensável para garantir a segurança e promover uma vida mais saudável de pessoas com idade avançada. Esse tipo de equipamento é extremamente útil na hora de dar sustentação às pessoas com pouca mobilidade, permitindo uma melhor autonomia em suas necessidades mais básicas. Caso contrário, a ausência dos pontos de apoio pode dificultar a rotina dos idosos, tornando-os mais dependentes.

Gostou de saber como melhorar a segurança de idosos em casa? Então, siga-nos no Facebook, Instagram e LinkedIn e acompanhe todas as novidades e dicas sobre cuidados necessários na fase senil.

Gostou do Blog? Deixe uma uma resposta

Está de saída?

Assine nossa newsletter
e seja o primeiro a saber
sobre nossos blogs e
outras novidades.
inscrever-se
close-link
WhatsApp Logo