0

Cada pessoa possui um ritmo de envelhecimento próprio, mas o avançar da idade sempre traz muitas mudanças para o corpo humano. Essas mudanças fazem parte do ciclo natural da vida e é muito importante que a pessoa idosa adote rotinas saudáveis, que auxiliem na manutenção de sua saúde.

Um dos mais importantes hábitos de saúde que deve fazer parte da vida dessa pessoa é a adoção de uma alimentação saudável e, acima de tudo, adequada. Nesse ponto, a avaliação nutricional torna-se indispensável, já que ela é capaz de identificar quais alimentos serão mais benéficos para cada pessoa, assim como o modo de prepará-los e até mesmo de servi-los.

Você quer conhecer mais sobre a importância da avaliação nutricional para idosos? Então continue lendo este post!

A identificação de alimentos adequados para um idoso é muito complexa

Uma pessoa jovem sempre sabe diferenciar uma alimentação saudável de outras nem tão benéficas assim. Sabemos que os alimentos que vêm da terra, assim como algumas carnes e ovos, oferecem as vitaminas que o nosso corpo precisa. Mas quando chegamos em uma idade avançada não é mais possível fazer essa associação simples e chegar à conclusão do que comer ou não.

Muitas alterações que ocorrem com o envelhecimento acabam interferindo diretamente na nutrição do idoso, como a dificuldade para mastigar, alterações no processo de digestão, uso de medicamentos ou perda de apetite e paladar. Para saber o que eles devem incluir na alimentação é necessário realizar uma avaliação detalhada, levando em consideração alguns indicadores específicos e, principalmente, o histórico de saúde do paciente.

A avaliação nutricional para idosos pode detectar quem pertence a um grupo de risco

O surgimento de doenças crônicas é muito comum em uma pessoa idosa, assim como a sua evolução. Quanto mais cedo essas doenças são detectadas, fica mais fácil procurar um tratamento e controlar o problema. Muitas vezes, com os exames adequados é possível identificar uma pré-disposição para o desenvolvimento de algum problema, quando ele nem existe ainda.

Mais uma vez, a avaliação nutricional torna-se indispensável, já que ela é capaz de fazer todas essas análises e detectar quem pode fazer parte de um grupo de risco, oferecendo assistência personalizada.

A alimentação pode ser usada no controle e combate de enfermidades

Você sabia que o consumo de gordura saturada aumenta o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares e, até mesmo, de alguns tipos de câncer? E que consumir quantidades muito baixas de frutas e hortaliças pode até mesmo levar à morte?

Quando se alcança uma idade mais avançada, esses riscos tomam uma proporção ainda maior, já que o sistema imunológico da pessoa idosa não é mais o mesmo. Por isso, a alimentação pode ser usada a favor da saúde, combatendo alguns problemas que já possam existir, como a dificuldade de digerir a comida e, principalmente, evitando o aparecimento de novos problemas.

Mas como saber quais alimentos podem ser usados em cada caso? Sem um especialista fica impossível, até porque muitos desses problemas podem nem existir ainda e a alimentação entra como uma forma de prevenção. Apenas os exames adequados e uma avaliação profissional são capazes de identificar essa necessidade por meio de um diagnóstico preciso.

A avaliação nutricional ajuda a fazer escolhas de acordo com o orçamento

A maior vantagem da avaliação nutricional é oferecer uma alimentação adequada para uma pessoa idosa, mas ela pode ir muito além disso e criar benefícios até mesmo no orçamento da família.

Quando vamos ao supermercado, nos deparamos com uma infinidade de produtos que prometem fazer milagres pela nossa saúde, mas nem sempre o rótulo revela a verdadeira procedência do alimento. Diante disso, algumas pessoas procuram pelas opções mais caras, já que elas acreditam que será mais confiável, mas nem sempre é.

Quando você procura por um profissional para realizar a avaliação nutricional de um idoso, ele não vai falar apenas sobre um alimento ou outro. Ele vai apresentar a composição nutricional dos produtos, os ingredientes confiáveis, os dispensáveis e até mesmo indicar algumas marcas.

Com essas informações fica muito mais fácil procurar por produtos que cabem no orçamento, já que você estará seguro da composição de cada um deles, independentemente da marca. E acredite: nem sempre o mais caro traz mais benefícios!

A avaliação nutricional faz bem para o estado emocional do idoso

Muitos idosos desenvolvem um estado emocional mais sensível conforme a idade avança, já que ele se depara com algumas limitações físicas, perda de pessoas próximas ou o afastamento de alguns parentes que costumavam conviver com eles e a dependência que pode surgir para alguns deles.

Além de fazer bem de dentro para fora, a procura por um nutricionista especializado em pessoas idosas cria uma série de hábitos e práticas que fazem muito bem para essas pessoas. Isso quer dizer que o profissional não vai apenas dar uma lista de alimentos para você preparar. Ele indicará boas práticas que são necessárias para trazer mais conforto para a vida de um idoso e deixá-lo mais disposto a comer.

Realizar as refeições em um ambiente agradável, arejado e limpo é muito importante para que a hora de se alimentar torne-se prazerosa. Incluir o idoso em algumas tarefas e decisões, como o planejamento do cardápio, ajuda a estimular o apetite. Também é muito importante que a pessoa idosa tenha uma companhia na hora das refeições e não coma sozinha. Além de perigoso, esse hábito tende a desestimular o contato social dela com o mundo.

Outra recomendação comum aos pacientes de nutricionistas especializados é que a companhia do idoso o estimule a mastigar devagar, colocar pouca comida na boca, ingerir mais água durante as refeições, não colocar mais sal ou pimenta na comida e assim por diante.

Como nós podemos ver, a avaliação nutricional para idosos vai muito além de escolher um cardápio. Ela é muito importante para prevenir e combater doenças, estimular e fortalecer o sistema imunológico e até mesmo manter o estado emocional mais equilibrado. Por isso, vale muito a pena procurar por um profissional sério e comprometido para cuidar das pessoas que cuidaram de nós uma vida inteira!

Se você quiser saber mais sobre alimentação para pessoas idosas, 5 opções de lanches para idosos!

Gostou do Blog? Deixe uma uma resposta

Está de saída?

Assine nossa newsletter
e seja o primeiro a saber
sobre nossos blogs e
outras novidades.
inscrever-se
close-link