Descubra por que a terapia ocupacional para idosos é tão necessária

Compartilhe este Post

Conforme nos aproximamos da velhice, alguns sinais começam a aparecer: perdas cognitivas, dificuldades motoras, redução da mobilidade, entre outros. Esses fatores, somados ao isolamento social comum nessa fase da vida, prejudicam a qualidade de vida na terceira idade e podem levar a uma depressão. Nesse sentido, a terapia ocupacional é uma alternativa para trabalhar essas questões e otimizar ao bem-estar dos idosos.

Além de proporcionar bem-estar físico e mental, a terapia ocupacional promove a melhoria geral nas condições de vida do idoso. Neste post vamos apresentar o que é e como funciona a terapia ocupacional para idosos e quais são os benefícios que ela pode trazer. Acompanhe!

O que é e como funciona a terapia ocupacional para idosos?

A terapia ocupacional para idosos é uma área da saúde que tem por objetivo proporcionar uma melhora na qualidade de vida de quem está na terceira idade e também para quem está ao seu redor, como familiares e cuidadores.

Para isso, pode-se usar diversos instrumentos e atividades, como oficinas, palestras, jogos e exercícios, que são propostos de acordo com as necessidades específicas de cada idoso. O tratamento adequado deve ser proposto após a análise dos aspectos sociais, culturais, físicos e emocionais de cada um.

Dessa forma, busca-se dar mais autonomia ao idoso, permitindo, na medida do possível, que exerça suas atividades em casa ou de lazer. Além disso, ajuda na recuperação de perdas físicas, mentais e sociais.

Nos idosos, é comum, por exemplo, que haja maior fragilidade óssea, perda de elasticidade do tecido, diminuição da força, artrite etc. Para auxiliar na manutenção ou na recuperação dessas funções, pode-se fazer uso de caminhadas, alongamentos, dança e outros tipos de exercício.

É importante que o terapeuta ocupacional foque em entender como o idoso organiza a sua vida e analise tudo o que compõe seu cotidiano: escovar os dentes, tomar banho, alimentar-se, vestir-se etc. Além das tarefas diárias, é preciso observar como são suas relações — família, amigos, grupos que faça parte — e sua vida social de forma geral.

Quais são os benefícios da terapia ocupacional para idosos?

Prevenção de quedas

A perda do equilíbrio é comum na terceira idade, causando as temidas quedas acidentais. A maioria delas ocorre em casa, na cozinha e, principalmente, no banheiro. Não é raro que o idoso não consiga mais se recuperar plenamente após uma queda, por isso a prevenção é tão importante.

Além de adaptar a casa para a nova realidade de quem mora ali, é preciso ajudar o idoso a lidar com a situação. A terapia ocupacional consegue melhorar a noção de espaço da pessoa e, por meio de exercícios, fortalecer os músculos e melhorar o equilíbrio, reduzindo as chances de acidentes.

Melhora da saúde mental

Algum declínio mental é inevitável com a idade, mas é perfeitamente possível minimizar esse problema. Todo mundo conhece um idoso de 90 anos que tem a mente ativa, enquanto outros têm uma perda cognitiva maior.

É verdade que o envelhecimento afeta as pessoas de forma muito distinta. Então, nem sempre é possível fazer esse tipo de comparação, mas o fato é que manter o cérebro ativo tem um papel fundamental para prevenir esse problema.

Existem atividades específicas para isso, como jogos e leituras, capazes de ajudar o paciente nessa tarefa.

Socialização

Muitas vezes, a terceira idade é uma fase solitária da vida. A pessoa não tem mais muita autonomia e boa parte dos seus amigos e familiares da mesma faixa etária já se foram.

Isso aumenta os riscos de isolamento e depressão. Por isso, várias atividades da terapia ocupacional são realizadas em grupo, permitindo a socialização com pessoas que estão na mesma situação.

Naquele momento, ele não é o idoso da família, mas um membro de um grupo, com pessoas que compartilham das lembranças da mesma época e de todo um código cultural em comum.

Reabilitação

Após uma cirurgia ou um acidente, é comum que o idoso “desça um degrau”, perdendo mais mobilidade e autonomia.

A terapia ocupacional pode promover melhorias nesse aspecto, ajudando o idoso a reaprender a fazer suas atividades diárias. Além disso, pode sugerir novas formas de fazê-las, caso ele não tenha mais condições de realizá-las da mesma maneira que antes.

Assistência ao cuidador

A terapia ocupacional também pode funcionar como uma espécie de “mediador” entre o idoso e seu cuidador. Isso ocorre especialmente quando ele é um membro da família com envolvimento emocional com o paciente.

Nem sempre é fácil lidar com os idosos. Com o declínio mental, podem se tornar repetitivos ou parecer “teimosos” e é preciso compreender como funciona esse processo — pelo qual a maior parte das pessoas também passará — para saber como conseguir ajudar melhor.

Além do trato propriamente dito, o terapeuta ocupacional pode dar dicas de como realizar as atividades diárias de maneira mais fácil. Com isso, se tem a melhoria da vida tanto do cuidador quanto do idoso.

Auxílio para lidar com a demência

Algumas doenças comuns em idosos são progressivas ou trazem sequelas, como Alzheimer, Parkinson ou AVCs (Acidentes Vasculares Cerebrais).

Embora não seja possível deter o avanço dos diversos tipos de demência, é possível retardá-las e prover ao idoso uma forma de conviver melhor com o problema. Isso pode ser feito por meio de jogos, atividades manuais e mesmo exercícios físicos, evitando, por exemplo, o enrijecimento das juntas.

Assim, vimos que a terapia ocupacional para idosos é capaz de proporcionar muitos benefícios físicos, mentais e emocionais. Funciona também como um bom suporte para a família e para quem cuida do paciente.

Para isso, é necessário contar com profissionais devidamente qualificados e capacitados para identificar as necessidades específicas daquele idoso. Além disso, é importante entender quais são as atividades que serão capazes de melhorar a sua condição geral.

A Guardiões de Vida tem a solução completa para cuidar de familiares, com uma equipe completa de profissionais, no formato mais adequado para você. Oferecemos serviços de cuidador, fisioterapia e nutricionista, capazes de fazer uma avaliação global do paciente.

Quer saber mais sobre a terapia ocupacional para idosos? Visite nosso site, conheça nossos serviços e leia outros materiais interessantes para você!

Conte-nos o que achou

Descubra muito mais

Nossa equipe de especialistas em cuidados com idosos prepararam posts com orientações, informações e curiosidades sobre diversos assuntos.