6 cuidados com idosos no inverno que necessitam de atenção

Compartilhe este Post

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

Embora as épocas frias sejam as favoritas de muitas pessoas, a queda na temperatura nem sempre é agradável e pode trazer alguns prejuízos para a saúde, especialmente para aqueles que se encontram na terceira idade. Por isso, os cuidados com idosos no inverno devem ser redobrados.

Por serem muito mais suscetíveis ao frio, os idosos podem sofrer bastante com as mudanças climáticas. Além disso, esse período aumenta consideravelmente o risco de doenças contagiosas. No entanto, com algumas atitudes, é possível deixá-los confortáveis e diminuir o desconforto causado pela sensação térmica reduzida.

Quer saber como tornar o frio menos problemático para os idosos? Continue a leitura e conheça a relação entre as baixas temperaturas e a terceira idade, além de conferir 6 dicas imperdíveis para reduzir a sensação de frio e manter a qualidade de vida nessa faixa etária!

Qual é a relação entre a terceira idade e as baixas temperaturas?

Durante o inverno, a exposição ao frio pode fazer com que a temperatura do nosso corpo caia abaixo do nível considerado normal (cerca de 36,5º C). Esse fenômeno perigoso tem um nome: hipotermia. O risco de desenvolvê-lo é ainda maior entre idosos e pessoas com a saúde debilitada.

Há uma série de razões que contribuem para a suscetibilidade dos idosos às temperaturas mais frias. Confira as principais:

  • a diminuição natural das taxas de metabolismo (conjunto de reações efetuadas pelo organismo) reduz a capacidade de regulação da temperatura corporal;
  • a presença de doenças crônicas pode aumentar a sensibilidade ao frio;
  • a redução da gordura corporal diminui a capacidade de combate ao frio;
  • a pele dos idosos é normalmente mais fina do que a pele dos adultos;
  • idosos ingerem menos líquidos e desidratam com maior facilidade;
  • há uma redução considerável da movimentação diária.

Por isso, fique atento a alguns sintomas que podem ser fruto dos efeitos do inverno nos idosos: redução na velocidade da respiração, extremidades frias e arroxeadas (pontas dos dedos das mãos e dos pés, por exemplo), confusão mental e sonolência excessiva.

Quais são os principais cuidados com idosos no inverno?

Agora que nós já compreendemos os principais motivos da sensibilidade que os idosos têm ao inverno, é necessário conhecer as principais maneiras de contornar esses problemas e deixá-los confortáveis durante essa estação. Vamos lá?

1. Mantenha o ambiente aquecido

A nossa primeira dica é bastante simples: mantenha sempre aquecido o ambiente no qual o idoso passa a maior parte de seu tempo, seja com o uso de roupas para ambientes frios ou com o uso de aquecedores. A recomendação é de que a temperatura do cômodo gire em torno dos 25 graus Celsius. Para medi-la, é possível adquirir um termômetro de parede.

Por isso, vede corretamente as frestas das portas e janelas pelas quais as correntes de ar podem passar e chegar diretamente no idoso, especialmente durante a noite. No entanto, é importante não bloquear completamente a passagem do ar, o que pode deixar o ambiente seco e desconfortável.

2. Utilize roupas adequadas

Proteger a pele fina e delicada dos idosos é um dos passos essenciais para protegê-los contra os problemas causados pelo frio excessivo. Para isso, é necessário utilizar a vestimenta correta, com o uso de meias, toucas e luvas, protegendo bem as extremidades. Além disso, o uso de cobertores e outras roupas de frio é sempre bem-vindo.

Os cuidados devem ser redobrados na parte da manhã (quando o corpo ainda não está suficientemente ativo) e à noite. Esses são os períodos em que o metabolismo está mais reduzido.

3. Cuide da alimentação

Uma alimentação equilibrada na terceira idade deve ser prioridade durante o ano inteiro. Afinal, é por meio dela que ele receberá todos os nutrientes necessários para se manter sempre forte e ativo. Apesar disso, a atenção com esse ponto deve ser ainda maior no inverno.

Além de fornecer a nutrição adequada, as refeições podem ser utilizadas como maneira de aquecer o corpo de dentro para fora. Invista em preparos como sopas e caldos quentes, pois são grandes fontes de nutrientes e ideais para o tempo frio.

4. Tome bastante líquidos

Você já reparou que a maioria dos idosos bebe pouca água? Há uma explicação fisiológica para isso: devido à diminuição das taxas metabólicas, a sede fica bastante reduzida. No entanto, isso não quer dizer que eles estejam livres dos perigos da desidratação.

Hidrate-se fornecendo a quantidade de água necessária para que as células trabalhem da forma desejada. Beba pequenas quantidades ao longo do dia para melhorar ainda mais a absorção. Lembre-se: a água também pode vir em forma de vitaminas, sucos e chás.

5. Movimente-se, mas evite a exposição direta ao frio

O sedentarismo está intimamente relacionado com a sensação de frio, e o seu índice é bastante alto entre os idosos, que naturalmente passam a se movimentar menos por conta de limitações da idade ou do surgimento de problemas ósseos e neurológicos.

Por isso, nessa faixa etária, é importante se movimente da forma que puder. Independentemente de fazer caminhadas na rua ou apenas dentro de casa, a movimentação é essencial para auxiliar na circulação sanguínea e no aquecimento do corpo.

6. Mantenha a carteira de vacinas sempre atualizada

Por fim, nossa última dica diz respeito aos cuidados mais diretos com a saúde. Manter a carteira de vacinação sempre em dia é um dos primeiros passos para manter os idosos seguros e saudáveis durante o frio, já que as vacinas previnem o surgimento de diversas doenças.

Além disso, é importante manter as consultas ao médico e os exames de rotina sempre regulares. Dessa forma, é possível diagnosticar precocemente uma série de problemas que podem se agravar durante o inverno, começando o tratamento adequado o quanto antes.

Viu só como é fácil manter os cuidados com idosos no inverno? Com um pouco mais de atenção e algumas alterações na rotina, é possível se manter feliz e confortável durante os períodos mais frios do ano!

Quer saber um pouco mais sobre como manter a saúde dos idosos? Confira nosso artigo especial sobre envelhecimento saudável e saiba como tornar isso possível!

Escrito por:

Marcus Vinicius Zorub Montanha – Diretor Técnico

Conte-nos o que achou

Descubra muito mais

Nossa equipe de especialistas em cuidados com idosos prepararam posts com orientações, informações e curiosidades sobre diversos assuntos.

Ligue já e solicite seu orçamento

Temos certeza que podemos lhe ajudar, por gentileza entre em contato.

Possuimos uma ampla experiência com cuidadores de idosos em domicílio. Focada no gerenciamento de profissionais cuidadores e na saúde da pessoa assistida, nos tornamos referência no que fazemos.

Copyright ©2021 – GUARDIOES DE VIDAS ASSITENCIA A SAUDE LTDA – CNPJ: 01.866.035/0001-70
Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Denis Almeida