0

Entre os cuidados importantes para manter a saúde dos idosos está o banho de sol. Muitos, seja por limitações físicas ou  por não terem quem os acompanhe nesse momento, acabam deixando esse hábito de lado.

No entanto, a exposição controlada e nos horários adequados aos raios solares trazem inúmeros benefícios, tanto físicos quanto mentais.

Neste post, você vai descobrir 4 vantagens de incluir esse ritual na rotina das pessoas da terceira idade. Continue a leitura e entenda!

A importância do banho de sol para os idosos

Uma exposição sadia ao sol é benéfica não apenas para os idosos, mas para todas as pessoas de todas as faixas etárias. De bebês a adultos, todos deveriam fazer disso um hábito diário.

Além de ajudar a combater diversas doenças, o sol também auxilia no tratamento daquelas já existentes. Além disso, ele tem grande influência no humor, melhorando condições emocionais e psicológicas das pessoas.

No entanto, a exposição deve ser controlada, caso contrário, corre-se um grande risco de desenvolver problemas graves como câncer de pele, uma das principais consequências de ficar muito tempo, ou nos horários errados, sob o sol.

Por isso, a recomendação para todos é somente tomar banho de sol até as 10h e após as 16h. Especialmente para os idosos, que tendem a ter a pele mais sensível, o mais adequado é permanecer de 15 a 30 minutos, quatro vezes por semana. Esse período já é o suficiente para aproveitar os benefícios dos raios solares.

Principais vantagens da exposição ao sol

Como explicamos, o sol beneficia pessoas de todas as idades, influenciando sua saúde positivamente em diversos aspectos. Para os idosos, as principais vantagens que podemos destacar são:

1. Aumento da produção de vitamina D

A vitamina D até pode ser adquirida pelo consumo de alguns alimentos ou mesmo por suplementos vitamínicos — caso a ser considerado para idosos acamados e que não têm condições de irem para a parte externa. No entanto, é muito importante que ela seja recebida de sua fonte natural: o sol.

A radiação ultravioleta é a principal forma de ajudar o organismo a produzir essa vitamina, ainda mais em pessoas com mais de 60 anos, quando essa produção tende a diminuir naturalmente.

A falta ou baixa de vitamina D colabora para a fraqueza dos ossos. Considerando que as pessoas na terceira idade já estão mais propensas à osteoporose e a quedas em geral, esse quadro pede atenção e cuidado especiais.

Além disso, sua ausência afeta a absorção de cálcio por órgãos como os rins e o intestino, gera fadiga e pode aumentar as dores musculares, já tão típicas da idade, agravando a saúde do idoso de maneira geral.

Sendo assim, os banhos de sol controlados são essenciais e ajudam a evitar inúmeras doenças relacionadas ao déficit de vitamina D.

2. Produção de hormônios do modo mais regular

O contato diário com o sol também ajuda a regular o chamado Ciclo Circadiano, que nada mais é que a percepção do dia e da noite pelo corpo.

Ao regular esse ponto no organismo, as demais funções voltam a trabalhar adequadamente, incluindo a produção de diversos hormônios. Com esse quadro regularizado, até o humor é afetado positivamente, colaborando para uma melhor socialização dos idosos com as pessoas ao seu redor.

3. Diminuição de problemas psicológicos e emocionais

Como dito anteriormente, o sol ajuda a melhorar o humor, especialmente das pessoas da terceira idade, deixando-as mais propensas a conviver mais e melhor com seus familiares e amigos. Isso é fundamental porque, com o passar do tempo, muitos tendem a se afastar das pessoas e a apresentar até quadros de depressão.

A exposição ao sol, somado ao fato de estarem ao ar livre, faz com que os idosos se sintam melhor emocionalmente, reduzindo a intensidade desse transtorno e também aliviando o estresse.

Ao se sentirem bem emocional e psicologicamente, diversos outros pontos da sua saúde — e da sua vida, de modo geral — sentem o reflexo, além da sensação de bem-estar mais constante.

4. Melhora do organismo de maneira geral

Tomar sol diariamente é fundamental para melhorar a condição de saúde dos idosos de modo geral, visto que os raios solares também contribuem para:

  • deixar a pele com um aspecto mais saudável;
  • regular a pressão arterial;
  • aumentar os hormônios que dão sensação de prazer;
  • dar mais disposição;
  • elevar a autoestima;
  • aumentar as defesas do organismo.

Cuidados necessários ao tomar banho de sol

Para tirar proveito somente dos aspectos positivos do banho de sol, alguns cuidados devem ser tomados, principalmente quando se trata de idosos.

1. Evite exposição prolongada

Longos períodos sob o sol, ou uma exposição em horários inadequados, são o principal gatilho para o desenvolvimento do câncer de pele, e mesmo o excesso de vitamina D pode ser prejudicial para a saúde.

Quando isso ocorre pode levar a problemas como:

  • náuseas, vômito e/ou perda de apetite;
  • aumento do volume de urina;
  • sede excessiva;
  • fraqueza;
  • nervosismo;
  • hipertensão arterial.

O excesso de cálcio gerado por muita vitamina D no organismo também pode depositar-se nos rins e causar lesões permanentes nesse órgão.

2. Não subestime o sol do inverno

Nessa estação do ano, as pessoas costumam procurar o sol para se aquecer. Com os idosos essa ideia não é diferente.

No entanto, mesmo que esse sol pareça “mais fraco”, também é preciso ter cuidado com a pele e com os olhos ao se expor a ele. É importante passar o filtro solar adequado para a idade nas áreas do corpo expostas e fazer uso de óculos de grau ou de sol com filtro ultravioleta.

3. Tenha atenção redobrada no verão

Já no verão os cuidados devem ser ainda maiores. Isso porque a exposição ao calor é bastante prejudicial para as pessoas da terceira idade, que se desidratam muito facilmente.

Quando isso acontece, elas podem apresentam quadros de queda de pressão, tontura, sensação de fraqueza, náuseas, podendo evoluir para situações mais graves como cálculo renal ou prisão de ventre.

Além disso, o forte calor pode levar a lesões nos vasos sanguíneos e no coração, devido ao aumento da pressão arterial, ou afetar as células musculares.

Por isso, a exposição dos idosos ao sol nessa época do ano deve ser acompanhada de oferta constante de líquidos e de roupas leves e confortáveis, além de, claro, um bloqueador solar de qualidade.

Como você pode ver, o banho de sol é algo benéfico para todas as pessoas, especialmente para os idosos, melhorando sua condição de saúde de maneira geral. Por isso, incluir esse hábito na rotina deles é importante e fundamental para seu bem-estar.

Somado a tudo isso, os banhos de sol contribuem para minimizar ou até para evitar o isolamento social dos idosos. Para saber mais sobre essa condição e o quanto ela pode afetar a saúde física e mental, leia nosso artigo sobre isolamento social e como o cuidador pode ajudar!

 

Gostou do Blog? Deixe uma uma resposta

Está de saída?

Assine nossa newsletter
e seja o primeiro a saber
sobre nossos blogs e
outras novidades.
inscrever-se
close-link
WhatsApp Logo