0

Você sabia que é muito fácil encontrar um nutricionista para idosos em SP (São Paulo)? Mas será que é realmente importante? O fato é que, certamente, com o passar do tempo e o avançar da idade, ficamos cada vez mais propensos a doenças e à baixa imunidade. Por isso, buscar conhecimento e assistência preventivamente é uma sábia decisão.

Uma alimentação balanceada, que atenda às características específicas de cada indivíduo, é a base para uma vida saudável em qualquer idade. Para todo objetivo, — emagrecer, ganhar músculos ou passar por uma reeducação alimentar — haverá uma abordagem diferente e o profissional mais indicado para cada finalidade.

O nutricionista é aquele que aprendeu a respeito dos efeitos dos nutrientes de cada alimento em nosso organismo. E uma de suas funções é elaborar um cardápio que atenda às necessidades específicas do paciente. Neste post, separamos algumas dicas especiais para você. Veja, a seguir, como encontrar um bom nutricionista para idosos em São Paulo.

Como encontrar um nutricionista para idosos em SP

1. Leve o perfil do paciente em consideração

Em primeiro lugar, é imprescindível detalhar as particularidades de quem fará uso do serviço. Desse modo, prepare uma lista das necessidades, gostos, hábitos e rotinas em geral da pessoa em questão. Pois, além dos aspectos técnicos que serão analisados pelo profissional, é fundamental ter o maior número possível de informações a respeito do estilo de vida do paciente.

Há situações em que alimentos, suplementos e remédios serão prescritos independentemente da vontade da pessoa, ou seja, por necessidade. Porém, incluir gostos particulares e respeitar os costumes do idoso é muito importante para alcançar bons resultados. Afinal de contas, o paciente precisa ter seus aspectos emocionais levados em consideração, além das questões físicas e mentais.

2. Busque referências

Decidir por um profissional aleatoriamente é uma decisão arriscada e que pode sair mais oneroso do que reservar um tempo para buscar referências e pedir indicações. Por isso, pesquisar na internet, perguntar a médicos que já tenham trabalhado em equipe com algum nutricionista e a amigos que já tenham feito uso desse serviço é uma dica valiosa.

Evite tomar decisões precipitadas e correr riscos à toa. Saber o histórico do profissional e ver alguns exemplos de pessoas que alcançaram os objetivos almejados são passos básicos para o início de um bom relacionamento, que precisa ser bastante respeitoso, afinal, mexer com hábitos alimentares, ainda mais de uma pessoa idosa, exige delicadeza e paciência.

3. Considere a acessibilidade

Uma outra questão ao procurar por bem-estar e qualidade de vida do paciente com idade avançada é considerar a acessibilidade em todos os seus aspectos. Muitas vezes, pode acontecer de termos tanta coisa para fazer que acabamos por tomar uma atitude precipitada por falta de avaliações mais detalhadas. Mas, neste momento, a atenção será providencial.

Pois, chegar a um lugar para uma consulta com hora marcada, sem saber onde deverá estacionar ou se tem elevador ou outro acesso para cadeirante, quando for o caso, é bastante desagradável. É bom lembrar que o idoso, mesmo não utilizando cadeira de rodas, tem a mobilidade reduzida, e calçadas esburacadas, desníveis e excesso de degraus podem ser obstáculos cansativos e perigosos.

Também podemos pensar na acessibilidade de atendimento e não apenas do espaço físico. Como assim? Devido ao processo nutricional ser extremamente dinâmico e personalizado, já que o paciente pode precisar substituir algum alimento de uma hora para outra, é interessante que o nutricionista disponibilize outras formas de o paciente ou cuidador acessá-lo, como um número de WhatsApp, por exemplo.

4. Pesquise a qualificação profissional

Além de procurar saber o tipo de nutricionista mais adequado, já que há uma gama considerável de especializações, é recomendável buscar saber em qual instituição ele se formou e como se mantém atualizado. A participação em congressos e eventos específicos da categoria pode ser um bom indicativo de que ele ainda estuda e realiza pesquisas, procurando sempre aprender mais.

E por que é interessante pesquisar a esse respeito? Porque ter noção dos passos de estudo e aperfeiçoamento do profissional trará mais segurança para saber se realmente boas opções estão sendo oferecidas a você. E o processo contínuo de busca por conhecimento e aprendizado é fundamental para a formação de um bom profissional em qualquer área.

5. Procure serviços especializados

Como já foi dito, a variedade de especializações dos profissionais de Nutrição é bem grande. O nutricionista pode atuar nas mais diversas áreas e, dentro delas, especializar-se em algo ainda mais específico, como em:

  • reeducação alimentar; 

  • auxílio em casos de obesidade; 

  • instrução a diabéticos, hipertensos, cardíacos;

  • solução para problemas digestivos;

  • auxílio na manutenção de uma dieta balanceada.

No caso do idoso, além dele poder precisar de orientação em mais de um desses casos, há também a forma de abordar as questões naturais da idade. Portanto, encontrar um nutricionista com conhecimento dessa fase da vida é uma ideia excelente. Mas, além da especialização, é preciso analisar se o perfil do profissional está de acordo com a personalidade do paciente.

Para avaliar se está ocorrendo um bom relacionamento com a pessoa contratada, pergunte a si mesmo se ele:

  • é atencioso e educado;

  • explica o porquê das decisões que toma;

  • tira suas dúvidas com tranquilidade e respeito;

  • faz questão de ficar a par dos hábitos e preferências do paciente.

Uma questão crucial — até mesmo bem óbvia mas necessária de ser relembrada — é que, para que os resultados propostos pelo nutricionista sejam alcançados, a disciplina do paciente ou do cuidador é essencial. Pois, profissional e paciente precisam atuar em conjunto para que tudo transcorra da melhor maneira possível e para que todos sejam beneficiados.

Com o aumento do número de idosos no Brasil, as opções para a terceira idade também crescem. Dessa forma, encontrar um nutricionista para idosos em SP não é uma tarefa difícil. E, para facilitar a sua vida ainda mais, essa contratação pode ser realizada por meio do serviço oferecido pela Guardiões de Vida.

Gostou das dicas? Se você está pensando em contratar o serviço de um nutricionista, entre em contato com a gente e veja como podemos ajudá-lo.

Gostou do Blog? Deixe uma uma resposta

Está de saída?

Assine nossa newsletter
e seja o primeiro a saber
sobre nossos blogs e
outras novidades.
inscrever-se
close-link
WhatsApp Logo