0

Hoje em dia, a fisioterapia preventiva para idosos é muito adotada na terceira idade, fase marcada por mudanças e readaptações. Na maioria das vezes, esse momento da vida vem acompanhado por problemas de saúde, sejam eles físicos ou mentais.

Isso porque o idoso acaba por ter sua flexibilidade corporal reduzida. Logo, praticar exercícios físicos se torna uma atividade muito complexa diante do enfraquecimento de ossos, músculos e tendões. Entretanto, essa atividade pode ser substituída pela fisioterapia preventiva.

Quer se informar melhor sobre o que é fisioterapia preventiva para conhecer a sua aplicabilidade? No post de hoje, vamos abordar esse tema de maneira bem interessante! Boa leitura!

O que é fisioterapia?

Quando se fala em fisioterapia, é bastante comum associarem ao processo de recuperação no pós-operatório ou em casos de lesão, favorecendo a recuperação dos movimentos e a reabilitação do paciente. Embora essa visão não esteja errada, também existe a fisioterapia preventiva, que vai além dessa função. Daí a importância de as pessoas entenderem que a fisioterapia preventiva é um método de prevenção e, principalmente, de promoção de saúde.

Mais do que uma possibilidade disponível de tratamento, ela serve para garantir a saúde das pessoas ao exercitarem atividades físicas, em seu dia a dia e, até mesmo, no trabalho. Tudo antes que aconteça um acidente. Dessa forma, são evitadas possíveis lesões e/ou futuras patologias.

O que é fisioterapia preventiva para idosos?

A fisioterapia preventiva inclui um acervo de exercícios físicos e respiratórios com o objetivo de manter o bem-estar do idoso, reduzindo sintomas característicos da idade, como insônia, dores articulares, musculares, ansiedade e quadros depressivos. Ela é capaz de evitar, até mesmo, consequências mais graves.

A sua prática também é útil para melhorar a flexibilidade do corpo, a postura e a coordenação dos movimentos. Também relaxa os músculos, diminui a tensão e aumenta a concentração, além de estimular a autoestima. Essa abordagem, como o próprio diz, trabalha a prevenção, e não somente a reabilitação do paciente. Ou seja, ela é voltada para a promoção da saúde.

A abordagem de fisioterapia para idosos se divide em três etapas. Num primeiro momento, é realizado o alongamento e o fortalecimento dos músculos. Em seguida, é hora do relaxamento. Por fim, são feitos os exercícios respiratórios. Os seus principais objetivos são manter a função motora, retardar a instalação de incapacidades recorrentes do processo de envelhecimento e prevenir a incidência de quedas e demais acidentes provocados por limitações diversas.

Quais são os seus benefícios?

Nos últimos tempos, a expectativa de vida das pessoas tem aumentado, o que é, sem dúvida, algo a ser comemorado. No entanto, com o passar dos anos, é esperado que as pessoas apresentem perdas significativas em relação ao próprio corpo. Sentidos como audição, visão, olfato e paladar sofrem alterações. Também ocorrem degenerações ósseas, musculares e em órgãos como pulmão e coração, entre outros.

As vantagens da fisioterapia preventiva incluem a melhoria da qualidade de vida da população da terceira idade, com procedimentos adequados de cinesioterapia, que são exercícios terapêuticos com a utilização ou não de aparelhos. Assim, ela traz benefícios tanto para prevenção quanto para a recuperação dessas patologias por meio de um programa especializado e adequado às necessidade de cada idoso. Confira, abaixo, alguns deles:

  • aumento da força muscular;
  • melhoria da flexibilidade;
  • melhoria do equilíbrio;
  • estimulação da coordenação motora;
  • prevenção a quedas;
  • prevenção a complicações respiratórias;
  • prevenção a complicações cardiovasculares;
  • promoção da independência funcional;
  • aumento dos estímulos de natureza emocional, intelectual, física e social.

Como a evolução é rápida, torna-se possível diminuir o uso de medicações, percebendo a maior qualidade de vida. Por isso, é muito recomendável que os idosos pratiquem essa atividade, que é tão rica em exercícios. 

Como ela funciona?

De modo geral, a fisioterapia preventiva envolve uma série de exercícios físicos e respiratórios, por meio de técnicas de alongamento, correção de postura, treinamento físico, terapias manuais, entre outras.

Ela atua em todos os níveis da saúde, sempre procurando manter ou melhorar o estado funcional do idoso. Se ele não tiver doenças crônicas ou quaisquer disfunções que o impeçam de realizar atividades do dia a dia, é importante trabalhar essa condição para mantê-la por mais tempo.

É fundamental que, antes de dar início ao procedimento, o paciente passe por avaliação médica, a fim de identificar se há algum tipo de restrição. Assim, o fisioterapeuta pode elaborar o conjunto de atividades a serem desenvolvidas, acompanhando-o em seu tratamento específico.

Essa fisioterapia trata disfunções com o objetivo de recuperar movimentos ou lesões em pessoas com idade mais avançada. Por isso, o tratamento requer alto grau de especialização do profissional, além de tratamento individual.

Alguns recursos utilizados na fisioterapia preventiva

  • Análise de postura para minimizar ou corrigir fatores de risco de doenças específicas.
  • Prática de exercícios físicos globais e especializados, aplicados em grupo ou individualmente para a melhoria da qualidade de vida.
  • Palestras e orientações preventivas para atividades diárias.
  • Análise ergonômica do ambiente em que o idoso vive, a fim de melhorar sua mobilidade e reduzir os riscos de queda.

Como contratá-la?

Hoje é possível contar com a fisioterapia preventiva e usufruir de seus procedimentos e benefícios em diversos ambientes, com programas específicos para a terceira idade no ambiente corporativo ou durante a prática de atividades esportivas. Lembre-se de que existem empresas no mercado que oferecem as melhores metodologias e cuidados para os idosos. E, claro, uma atenção especial, afinal, eles merecem isso! 

Procure aquela que tenha como foco o atendimento mais humanizado e individualizado, com profissionais preparados para prestar um serviço de alta qualidade.

O post de hoje apresentou um tema interessante e necessário para familiares que têm um idoso sob os seus cuidados, mas não sabem bem como lidar com essa situação. Esclarecemos as suas dúvidas sobre fisioterapia preventiva para idosos e, a partir de agora, é a sua vez de escolher a maneira mais adequada de cuidar.

Gostou deste post? Esperamos que o conteúdo tenha trazido os esclarecimentos necessários sobre fisioterapia preventiva para idosos. Se ainda tiver alguma dúvida e quiser esclarecê-la, entre em contato com a nossa empresa!

Gostou do Blog? Deixe uma uma resposta