Lanches para idosos: 5 opções para diferentes horas do dia

Compartilhe este Post

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

É por meio da alimentação — principal pilar de uma vida saudável — que fornecemos a energia e os nutrientes necessários para o bom funcionamento do nosso organismo. Por isso é tão importante cuidar da nutrição, especialmente em fases de grandes mudanças como a terceira idade.

No entanto, fatores comuns ao envelhecimento, como queda do metabolismo basal, digestão mais lenta, redução das atividades diárias, alterações hormonais e mudanças na dentição podem trazer muitas dúvidas para aqueles que planejam ou preparam refeições para idosos.

Neste post, mostraremos como preparar opções saudáveis, saborosas e compatíveis com a melhor idade, além de cinco sugestões de lanches para idosos. Confira!

Os nutrientes mais importantes

A alimentação dos idosos deve ser balanceada e capaz de atender as necessidades nutricionais de cada um. E para conseguirmos planejar refeições e garantir a presença de todos os micros e macronutrientes no dia a dia daqueles que amamos, é interessante sabermos um pouco mais sobre a composição dos alimentos:

Micronutrientes

São nutrientes necessários ao funcionamento e manutenção do nosso organismo, como zinco, cálcio, magnésio, cromo, vitaminas A, B, D, K e muito mais. Relacionados à qualidade de vida, eles ajudam na prevenção de doenças comuns na terceira idade, como osteoporosedepressão e anemia.

As fontes mais ricas em micronutrientes são:

  • frutas;
  • verduras;
  • legumes;
  • raízes;
  • sementes;
  • oleaginosas;
  • grãos integrais;
  • peixes;
  • carnes de qualidade;
  • ovos.

Macronutrientes

Dos quatro macronutrientes que existem, três são essenciais na nossa alimentação: gorduras, carboidratos e proteínas. Juntos, eles fornecem energia, participam do transporte de substâncias pelo sangue, absorção de vitaminas, síntese muscular, composição celular e estão presentes em basicamente todas as reações do corpo.

Os alimentos ricos em cada macronutriente são:

  • carboidratos — frutas, doces, grãos, massas, pães, biscoitos, raízes;
  • gorduras — carnes, peixes, ovos, queijos, azeites, leite integral, oleaginosas, amendoins;
  • proteínas — carnes, peixes, aves, ovos, legumes, laticínios.

Sabendo dessas informações sobre os principais nutrientes, fica mais fácil para você planejar refeições e lanches para idosos. O importante é que todas as refeições contenham quantidades adequadas de cada micronutriente, bem como os três macronutrientes citados acima.

As refeições principais

Café da Manhã

Ao preparar o café da manhã de um idoso, opte por bebidas nutritivas como chás naturais e sucos feitos à base de vegetais como couve, espinafre e cenouras para que a ingestão dos micronutrientes seja eficiente.

Quanto aos alimentos, faça uma combinação equilibrada dos macronutrientes:

  • pão integral com queijo;
  • pão integral com ovos;
  • ovos e frutas;
  • iogurte integral com frutas;
  • vitaminas de leite e frutas;

Almoço

Um almoço completo contém saladas, grãos preferencialmente integrais e proteínas equilibradas. Para o preparo das saladas, varie nas cores e texturas — quanto mais cores, mais nutrientes. Boas opções são: folhas escuras; vegetais de baixo amido como brócolis, couve-flor, abobrinha e berinjela; e vegetais fontes de carboidratos como cenouras, abóbora, batata doce e inhame.

Combinar grãos (arroz, quinoa e grão de bico) com leguminosas (feijão e lentilha), além de ser parte da tradição brasileira, garante a ingestão de bons carboidratos e aminoácidos. Já os peixes, bons cortes de carnes e frango fornecem proteínas de forma saudável.

Jantar

A janta deve ser uma refeição leve e muito nutritiva. Por isso, sugerimos as sopas feitas com muitos vegetais e com proteínas em quantidades moderadas. Além de serem completas em macro e micronutrientes, elas ajudam na hidratação. Outra vantagem das sopas é que não exigem uma dentição muito eficiente, sendo indicadas para idosos que têm dificuldades em mastigar.

5 opções de lanches para idosos

Grande parte dos idosos deve comer mais vezes ao dia e em quantidades menores para facilitar a digestão, ajudar na manutenção do peso, do controle da fome e até mesmo da ansiedade. Sendo assim, os lanches entre as refeições principais também são de muita importância.

1. Banana com farelo de aveia

A banana é uma fruta rica em carboidratos de boa qualidade, potássio, vitamina B6 e vitamina C. Livre de colesterol, ajuda na obtenção de energia, promove a sensação de bem-estar e previne o aparecimento de cãibras musculares.

Por sua vez, o farelo de aveia é rico em fibras que ajudam na regulação intestinal e controlam a ação do açúcar natural da banana, fazendo com que o corpo absorva esse açúcar de forma mais lenta e, portanto, mais saudável.

2. Frutas com chia ou linhaça

Embora altamente nutritivas, a maioria das frutas é rica em um tipo de açúcar conhecido como frutose. Ao preparar lanches para idosos, você pode adicionar chia e linhaça, a fim de evitar que a frutose gere picos de insulina e que seja liberada muito rapidamente na corrente sanguínea.

A chia e a linhaça são ricas em ômega 3, antioxidantes, fibras solúveis e insolúveis e nutrientes anti-inflamatórios. Elas são capazes de diminuir a fome, auxiliar no funcionamento do intestino e controlar a insulina — o que pode ajudar idosos com diabetes.

3. Oleaginosas

Fontes de gorduras saudáveis, as oleaginosas estão entre as melhores opções de lanches naturais. Castanhas-do-Pará, castanhas de caju, nozes e amêndoas são exemplos desses alimentos capazes de controlar os níveis de glicose no sangue, causar saciedade, reduzir a chance de doenças e trazer inúmeros benefícios para a saúde dos idosos.

4. Torradas ou pães integrais

Esses alimentos fornecem carboidratos de índice glicêmico mais baixo do que as versões refinadas e, ainda, nutrientes que são perdidos no processo de refinamento. E para completar os macronutrientes, as torradas ou a fatia do pão pode ser complementada com queijos, pasta de castanhas com frutas, ovos etc.

5. Iogurtes naturais e integrais

Por serem fontes de gordura, proteínas e carboidratos, esses iogurtes são lanches completos. Também podem ser consumidos com chia, linhaça, frutas e até mesmo com um mix de oleaginosas ou aveia.

O importante é optar por versões livres de açucares, corantes ou outros aditivos químicos. A regra na hora de escolher o iogurte ideal é: quanto menos ingredientes, melhor.

Alguns cuidados essenciais

Todo cardápio deve ser adaptado conforme as características e necessidades do idoso. Em caso de intolerância à lactose ou glúten, por exemplo, substitua os alimentos que contenham tais substâncias. E lembre-se: o profissional capacitado a prescrever planos alimentares individuais é o nutricionista.

Além disso, faça o controle da glicose ao longo do dia para saber quais alimentos causam uma resposta insulínica muito alta e, assim, poder adaptar as refeições — diminuir os carboidratos, oferecer opções com baixo índice glicêmico e aumentar o consumo de fibras.

Atente-se a como o idoso se sente durante e após as refeições; se os alimentos escolhidos causam algum tipo de incômodo, inchaço ou mal-estar; ou se ele se sente mais disposto e animado depois de comer. Assim, pode priorizar os alimentos que o fazem bem.

Se você gostou das nossas ideias de lanches para idosos e dicas de alimentação na terceira idade, continue aprendendo aqui no blog. Entenda quais são as doenças mais comuns em idosos e cuide melhor de quem você ama!

Escrito por:

Marcus Vinicius Zorub Montanha – Diretor Técnico

Conte-nos o que achou

Descubra muito mais

Nossa equipe de especialistas em cuidados com idosos prepararam posts com orientações, informações e curiosidades sobre diversos assuntos.

Ligue já e solicite seu orçamento

Temos certeza que podemos lhe ajudar, por gentileza entre em contato.

Possuimos uma ampla experiência com cuidadores de idosos em domicílio. Focada no gerenciamento de profissionais cuidadores e na saúde da pessoa assistida, nos tornamos referência no que fazemos.

Copyright ©2021 – GUARDIOES DE VIDAS ASSITENCIA A SAUDE LTDA – CNPJ: 01.866.035/0001-70
Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Denis Almeida