Entenda a importância do animal de estimação para idosos

Compartilhe este Post

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

Você já parou para pensar na importância de um animal de estimação para os idosos? Embora sejam normalmente associados ao bom desenvolvimento de crianças, é possível observar também várias vantagens no convívio entre pessoas de mais idade e os bichinhos, sejam eles cães, gatos e até mesmo pets considerados silvestres, como pássaros e roedores.

Além de servirem como uma excelente companhia e serem amigos para todas as horas, é comprovado que animais de estimação podem reduzir o estresse, diminuir o risco de várias doenças e melhorar a qualidade de vida dos idosos que convivem com eles. Os pets auxiliam até mesmo na longevidade, fazendo com que seus tutores vivam muito mais e melhor.

Mas afinal, quais são os benefícios trazidos pela convivência entre esses seres tão diferentes entre si? Continue a leitura e entenda por que adotar um animalzinho como novo membro da família pode mudar a vida dos idosos!

Diminuem a solidão

A solidão é um problema recorrente na vida dos idosos, mesmo para aqueles com familiares amorosos e preocupados. Infelizmente, a correria do dia a dia e as tarefas cotidianas fazem com que eles precisem passar boa parte do dia sozinhos ou com cuidadores.

Por isso, adotar um amigo de outra espécie pode ser uma incrível alternativa para auxiliar na diminuição da solidão. Os pets são companheiros para todas as horas e sempre estarão ao lado do idoso, prontos para o que der e vier!

Reduzem o sedentarismo

A maioria de nós está ciente dos benefícios trazidos pela prática regular de atividades físicas, independentemente da idade do indivíduo em questão. No caso dos idosos, elas são importantíssimas para a manutenção da saúde cardiovascular e óssea, por exemplo.

O animal de estimação para idoso, especialmente o cachorro, ajuda nesse ponto, já que ele faz com que seus tutores o levem para passear e façam leves caminhadas, seguindo o ritmo do cão. Além disso, mesmo para os que não podem sair de suas casas, andar pela residência atrás do animalzinho já é um ótimo exercício.

Incentivam a sociabilidade

Ainda falando sobre os benefícios trazidos pelos passeios com os cães de estimação, é inegável que esse tipo de prática também traz benefícios para a sociabilidade dos idosos. Muitos deles acabam ficando mais reclusos e introspectivos, e dar passeios com seu animalzinho pode auxiliar na redução desse problema.

Ao passear com o bichinho de estimação, o idoso encontrará pelo caminho pessoas que estão fazendo o mesmo ou se interessam pelos animais. Assim, fica muito mais fácil fazer novas amizades e bater papos descontraídos, seja sobre os pets, seja sobre qualquer outro assunto.

Diminuem os problemas emocionais

A depressão é tida por muitos especialistas como o mal do século, além de ser vista atualmente como uma verdadeira epidemia. Por isso, cuidar da saúde mental é imprescindível para evitar problemas de cunho psicológico e emocional, como episódios depressivos ou de ansiedade.

Cuidar de um animalzinho é comprovadamente benéfico para todos esses fatores. Diversos estudos abordam os benefícios trazidos pela convivência com o animal de estimação para idoso na redução do estresse, depressão e outros fatores do gênero. Os tutores afirmam que ter um animal em casa ajuda na distração e traz muito mais felicidade.

Reduzem os riscos de alergia

Estudos conduzidos no exterior mostram que crianças que não convivem com animais de estimação são consideravelmente mais propensas a adquirir alguns problemas, como a asma, a rinite ou outras alergias, especialmente em épocas como o inverno.

O sistema imunológico dos idosos, assim como o das crianças, é naturalmente mais sensível e debilitado. Por isso, a convivência com os animais de estimação, desde que sejam seguidos os cuidados básicos com a higiene do pet, pode ser muito benéfica para o fortalecimento do organismo e para a prevenção de problemas alérgicos.

Melhoram a saúde do coração

Os problemas cardiovasculares fazem parte do time de grandes vilões da saúde no século em que vivemos. Os hábitos da sociedade, como o sedentarismo, o estresse e a alimentação inadequada, têm elevado cada vez mais o número de casos de doenças cardíacas na população.

Por conta disso, é fácil perceber que ter um animal de estimação para o idoso pode ser bastante benéfico para prevenir tais problemas. Os bichinhos favorecem a prática de exercícios físicos e reduzem o estresse emocional, deixando o coração muito mais saudável e tranquilo.

Exercitam a mente

Um dos maiores problemas enfrentados pelos idosos diz respeito à falta de estímulos mentais, que devem ser contínuos para prevenir situações potencialmente sérias, como a demência. Por isso, a mente do idoso deve ser ativa e constantemente estimulada. Sabemos que nem sempre é fácil fazer isso, não é mesmo? Por isso, um animal de estimação para o idoso é uma boa pedida.

Eles estão sempre aprontando coisas diferentes e também estão em constante aprendizado, o que pode agir como um incentivo para que o tutor nunca pare de aprender. Além disso, se comunicam dos mais diversos modos, sendo uma excelente companhia para idosos com problemas de comunicação verbal, por exemplo.

Trazem mais longevidade

Com todas essas vantagens, fica fácil perceber que ter um bichinho de estimação (ou mais de um, quem sabe?) pode favorecer e muito a longevidade dos idosos e de toda a população. Com esses amigos, a diversão é constante e o emocional fica muito mais leve, o que reduz problemas que podem atingir todo o organismo.

Além de favorecer a saúde mental, os bichinhos auxiliam na redução de problemas físicos e potencialmente sistêmicos, ou seja, que atingem vários órgãos do corpo. Com os devidos cuidados veterinários e a responsabilidade necessária, essa pode ser uma amizade muito feliz e duradoura!

Viu só como pode ser uma ótima ideia um animal de estimação para o idoso? Incluir um pet em seu ambiente familiar pode fazer com que pessoas de todas as idades se sintam mais felizes e completas, inclusive aqueles que já viveram por muitos anos. Vale muito a pena iniciar essa nova e verdadeira amizade!

Está interessado em adquirir um bichinho de estimação para ser a companhia de um idoso? Não deixe, então, de conferir nosso artigo sobre como escolher o animal de estimação ideal para indivíduos dessa faixa etária! Boa leitura!

Conte-nos o que achou

Descubra muito mais

Nossa equipe de especialistas em cuidados com idosos prepararam posts com orientações, informações e curiosidades sobre diversos assuntos.

Ligue já e solicite seu orçamento

Temos certeza que podemos lhe ajudar, por gentileza entre em contato.

Possuimos uma ampla experiência com cuidadores de idosos em domicílio. Focada no gerenciamento de profissionais cuidadores e na saúde da pessoa assistida, nos tornamos referência no que fazemos.

Copyright ©2021 – GUARDIOES DE VIDAS ASSITENCIA A SAUDE LTDA – CNPJ: 01.866.035/0001-70
Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Denis Almeida