0

Também conhecido como Home Care, o objetivo do atendimento à saúde em domicílio é manter ou melhorar a condição geral do paciente, oferecendo serviços que humanizam o tratamento de pacientes que ainda precisam de cuidados especiais e que podem ser aplicados em casa. 

Neste artigo, vamos explorar a história e apresentar como o mercado de Home Care está evoluindo no País, os benefícios para quem aposta neste serviço e pontos de atenção que devem ser considerados ao contratar uma empresa de atendimento especializado domiciliar. Confira!

Histórico do Home Care 

Os primeiros serviços de atendimento à saúde no lar começaram nos Estados Unidos (EUA), em 1796, no período pós-guerra. Na época, por considerar o hospital um local insalubre para muitos pacientes, os enfermos eram tratados em casa por seus familiares. Com o aumento da demanda e escassez desses serviços, a modalidade começou a se estruturar e contar com profissionais especializados para cada tipo de necessidade.

Anos depois, em 1909, o sistema de saúde domiciliar passou por mudanças nos EUA, graças ao investimento público nas ações de saúde e educação. Dessa forma, o serviço de Home Care passou a ser considerado pelos planos de saúde como uma opção para redução de custos e a partir daí, o cuidado em domicílio ascendeu no país: em 1982, fundou-se a Associação Nacional para Home Care, que passou a defender os interesses das empresas e aumentou o conhecimento da população que até então desconheciam os benefícios do serviço para os pacientes. 

No Brasil, a primeira empresa de serviço domiciliar foi inaugurada em 1986, no Rio de Janeiro, mas foi apenas após quatro anos, em 1990, que a Lei 8.080 foi aprovada no País. A legislação regulamentou a assistência domiciliar no Brasil e passou a defender e tratar das condições para promover, proteger e recuperar a saúde da população, como também a organização e o funcionamento de serviços correspondentes. 

E agora? Como estamos?

A população de idosos segue em crescimento no Brasil e a expectativa é grande: segundo dados do IBGE, a população idosa (acima de 60 anos) no Brasil deve chegar a 57 milhões de idosos em 2042, o dobro quando comparado com os números de 2017. Dentro deste cenário, o  setor também ganha destaque com o número de empresas que prestam serviços de saúde em domicílio no Brasil saltando de 18, em 2012, para 676, em 2017, de acordo com um estudo realizado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). 

Não foi apenas o aumento da expectativa de vida no País que gerou esse salto numérico: a busca por conforto residencial, assistência personalizada e individualizada se desenvolveram ao lado da humanização do tratamento. Em um mundo onde a maioria das pessoas está sempre conectada e com o tempo corrido, o atendimento humanizado se torna um diferencial e o tratamento de cada paciente de forma personalizada é fundamental.

Por que contratar?

Com o aumento da demanda, a atividade de Home Care evoluiu e novas leis foram implementadas para regulamentar o modelo. Atualmente, o serviço continua em evolução, e – apesar de ser contratado na grande parte dos casos para atender pacientes idosos – está para todos que buscam e necessitam de cuidados humanizados no lar. 

No atendimento domiciliar, existem diversos tipos de atendimento pontuais e complementares, que incluem:

Dependendo do caso, o paciente que contrata esse tipo de serviço também pode contar com a presença de um técnico de enfermagem ou cuidador pelo período que for necessário.

É importante ter em mente que o serviço de Home Care não substitui a internação hospitalar, cada caso deve ser avaliado com cautela, pelo médico da pessoa, para entender qual será o atendimento ideal e cabe ao profissional atuar para melhorar a compreensão da família em relação à evolução da doença que acomete o paciente.

Benefícios

Depois de entender os casos indicados à contratação de uma empresa especializada em cuidados à saúde no lar, é importante ressaltar os benefícios dos serviços, tanto para o paciente, como para seus familiares. Confira abaixo alguns deles:

 

  • Para os pacientes:

 

Em primeiro lugar, o foco será sempre no bem-estar do paciente, que estará no conforto do seu lar, muitas vezes com seus familiares. Com a pessoa enferma dentro de casa. Os riscos de infecção hospitalar ou eventuais sequelas podem ser minimizados e, ao contar com um atendimento personalizado, a recuperação é favorecida.

Além disso, o atendimento mais humanizado ajuda na rápida melhora, uma vez que além do tratamento com medicamentos e equipamentos específicos, o contato com amor, carinho e atenção são fundamentais, necessários e se complementam. 

 

  • Para os familiares:

 

Como citamos acima, o apoio emocional tem um grande peso e favorece a  recuperação dos pacientes. Para os familiares, estar ao lado de seus entes queridos, garante o apoio necessário nesta fase de tratamento. 

Entretanto, é importante que o familiar saiba entender e respeitar o espaço de cada pessoa e para isso o serviço de Home Care será complementar, auxiliando em tarefas mais complicadas do dia-a-dia que exigem maior experiência e permitam que o tempo seja utilizado da melhor forma, sem desgastar nenhuma das partes. 

Como contratar?


O serviço domiciliar na área da saúde é uma modalidade que tem se tornado uma prática cada vez mais adotada no Brasil. Apesar de ser mais comum para pessoas na terceira idade, o serviço de atendimento especializado no lar pode ser utilizado por qualquer paciente que possua necessidades de cuidados que não estejam restritos à uma estrutura hospitalar mas ainda exigem a presença de profissionais com formação específica como por exemplo: nutricionistas, fisioterapeutas, enfermeiros, etc. 

Na hora de escolher o serviço contratado, é importante entender a diferença entre contratar um cuidador de idosos ou uma empresa que ofereça serviços de Home Care. Basicamente, a avaliação médica deve ser a primeira coisa a se analisar e, na sequência, outros fatores devem ser considerados, como a disponibilidade familiar, adaptação da residência e condição financeira. 

Outro ponto a ser levado em conta é a escolha do cuidador que irá acompanhar de perto esse tratamento. Algumas habilidades irão indicar a pessoa ideal para a necessidade da pessoa enferma. No caso de pacientes na terceira idade, esse profissional será responsável por cuidar das necessidades básicas como alimentação e higiene do idoso, agenda de medicamentos e consultas ao médico, além de observar qualquer tipo de mudança no comportamento e auxiliar nas interações sociais.

Como podemos ver, o mercado de Home Care no Brasil é promissor e tem ajudado muitos pacientes e familiares com apoio humanizado, cuidado especializado no lar e redução de custos. 

A Guardiões de Vidas conta uma equipe altamente capacitada que busca sempre a excelência, com um atendimento de alta qualidade, o que se reflete em um índice de satisfação de 97% dos clientes. Quer saber mais sobre os benefícios de contar com uma empresa de Home Care? Temos uma editoria dedicada aos conteúdos sobre Home Care. Confira!

 

Gostou do Blog? Deixe uma uma resposta

Está de saída?

Assine nossa newsletter
e seja o primeiro a saber
sobre nossos blogs e
outras novidades.
inscrever-se
close-link
WhatsApp Logo