0

O bem-estar físico não deve ser a única preocupação na terceira idade. Também é fundamental dar atenção à saúde mental, principalmente depois dos 60 anos. Algumas atividades para idosos podem ajudar a estimular o raciocínio, a memória e a concentração, além de melhorar a habilidade motora.

O fato é que a população idosa tem aumentado nos últimos anos. Ao mesmo tempo, também tem crescido a incidência de doenças crônicas que comprometem a capacidade mental e motora, como Alzheimer e Parkinson.

Além disso, cada vez mais os idosos são acometidos por depressão, ansiedade e outras doenças mentais, devido a uma sensação de inutilidade e incapacidade diante das situações do dia a dia.

Mas essas doenças podem ser evitadas com boa alimentação, exercícios físicos e outras práticas saudáveis. Por isso, no post de hoje, apresentamos 7 tipos de atividades para idosos realizarem no dia a dia que ajudam a melhorar as funções do cérebro. Continue a leitura e saiba quais são!

1. Sudoku

Trata-se de um jogo de lógica, no qual se utilizam cálculos simples para preencher as linhas ou colunas de um quadrado 3×3. Os números de 1 a 9 não podem ser repetidos na horizontal e vertical.

O jogo foi criado na década de 1970 pelo aposentado norte-americano Howard Garns. Nos Estados Unidos, ele é conhecido como Number Place, sendo encontrado em diversas revistas e jornais do país. O quebra-cabeça conquistou rapidamente os japoneses e se espalhou para todo o mundo.

Dado que o sudoku é um jogo de lógica, não é difícil entender por que ele ajuda a mente dos idosos. Os cálculos estimulam a mente e o raciocínio, do nível mais básico ao mais avançado. Ele pode ser encontrado em jornais, pequenos cadernos em bancas e até em alguns sites especializados.

2. Jogo dos 7 erros

Sabe aqueles jogos que são comuns em revistas infantis? Pois eles são muito bons para estimular a memória das pessoas idosas. Ajudam o idoso a melhorar sua percepção ao comparar duas imagens bem parecidas, mas com algumas pequenas diferenças.

Outro jogo infantil que também ajuda a mente dos idosos é o jogo da memória, aquele de cartas com imagens iguais. Esses dois também podem ser facilmente encontrados online, além das tradicionais versões impressas.

3. Caça-palavras e cruzadinhas

Esses são velhos conhecidos dos tempos da infância. O caça-palavras é um quadro de letras com palavras escondidas. O jogador deve tentar encontrar o maior número possível delas. Já nas palavras-cruzadas ou cruzadinhas, é preciso completar as letras que faltam nos espaços vazios, de acordo com a dica dada para cada palavra, na vertical e horizontal.

Os jogos ajudam a combater a perda da memória e a melhorar as capacidades cognitivas, sendo uma das atividades para idosos mais recomendadas. O fato é que quanto mais recebe estímulo, o cérebro trabalha mais e é capaz de processar mais informações. Por isso, o melhor é começar com os jogos mais simples, passando depois para os níveis mais avançados.

4. Dominó, dama e xadrez

Os dominós e os jogos de tabuleiro, como dama, xadrez, ludo e banco imobiliário, ajudam a estimular o raciocínio ao impor desafios aos competidores. Os idosos são desafiados a encontrar saídas e soluções para algumas situações, o que pode ajudá-los a desenvolver essas habilidades na vida real.

Uma vantagem é que existe uma grande quantidade desses jogos, que podem agradar a todo tipo de gosto. É diversão para toda família, sendo uma boa forma não só de estimular os idosos, como de integrá-los a outras pessoas.

5. Tricô, bordado e crochê

Parece um grande clichê, mas essas atividades são muito interessantes para idosos, por estimularem a memória e a cognição, sendo uma boa opção de relaxamento. Além disso, ajudam a melhorar a capacidade motora das mãos. Eles podem ser feitos em grupo, o que contribui para a socialização e o entretenimento do idoso.

Quem acha difícil bordar ou fazer tricô e crochê pode começar com pontos bem simples. Algumas revistas especializadas contêm tutoriais e modelos de todos os níveis de dificuldade. Também pode ser interessante participar de cursos e oficinas específicas para trabalhos manuais.

6. Oficinas e cursos

Por falar em cursos e oficinas, eles são ótimas opções de socialização e um estímulo ao trabalho em grupo, à memória e à capacidade de raciocinar. Além disso, são ótimos para relaxar, se divertir e conhecer pessoas novas.

Assim, são muito bem-vindos cursos de artesanato, danças e artes cênicas, por exemplo. Eles podem ser pagos, no entanto, existem diversas associações filantrópicas e grupos de terceira idade que promovem essas atividades para idosos.

Caso essas oficinas ou cursos exijam algum esforço físico, é importante apenas ter o cuidado de fazer uma avaliação com um médico ou profissional da área. É preciso ter cuidado ao encarar uma atividade que possa oferecer riscos.

7. Exercícios físicos

Caminhadas, hidroginástica, natação e tênis são algumas das atividades mais recomendadas para idosos. Isso porque, além de melhorarem as condições físicas, também atuam na mente, oferecendo relaxamento e estimulando as capacidades motoras e cognitivas.

Praticar exercícios físicos regularmente libera endorfina, substância responsável pela sensação de bem-estar. Se considerarmos que boa parte dos problemas dos idosos está ligada à depressão, eles são mais do que recomendados.

Novamente, é necessário apenas se certificar de que a atividade física é adequada e pode ser praticada pelo idoso. Quando a mobilidade é mais reduzida, uma boa alternativa pode ser a fisioterapia preventiva. O idoso pode ajudar, ainda, nas tarefas domésticas, o que contribui para uma maior sensação de utilidade e de ocupação do tempo.

Enfim, o mais importante é que ele se sinta capaz, fazendo alguma coisa que dê prazer e satisfação pessoal. A percepção de excesso de tempo livre pode ser um grande causador de depressão e outras doenças mentais. Outro detalhe relevante é que, em muitos casos, as atividades para idosos devem ser monitoradas, considerando o risco de acidentes e outros problemas.

Gostou de nossas dicas de atividades para idosos? Quer receber mais conteúdos como este? Então, assine nossa newsletter e não perca nenhuma de nossas atualizações!

Escrito por:

Marcus Vinicius Zorub Montanha – Diretor Técnico

Gostou do Blog? Deixe uma uma resposta

Está de saída?

Assine nossa newsletter
e seja o primeiro a saber
sobre nossos blogs e
outras novidades.
inscrever-se
close-link