0

Algumas pessoas chegam em uma fase de suas vidas em que necessitam de cuidados especiais para poder fazer todas as suas necessidades — desde ir ao banheiro até se alimentar e trocar de roupa. Nesse momento, é importante que o responsável tenha muita paciência e realmente saiba como cuidar de idosos acamados.

Isso porque essa é uma situação muito delicada para eles, pois sempre estavam acostumados a fazer suas atividades diárias de maneira independente e agora necessitam da ajuda para realizar até mesmo os afazeres mais simples.

Para ajudá-lo a cuidar bem da pessoa que você tanto ama, listamos algumas dicas para que essa tarefa possa ser feita da melhor maneira possível. Acompanhe!

Fique atento ao intervalo entre os banhos

banho é muito importante para evitar o acúmulo de sujeira que pode comprometer ainda mais a saúde do idoso acamado. Isso porque ela pode desenvolver bactérias que se alojam no organismo e pioram o quadro de saúde. Por isso, é fundamental que o banho seja realizado, pelo menos, a cada dois dias.

Se você ainda não adquiriu um colchão à prova d’água, coloque um plástico embaixo do lençol. Feito isso, retire com cuidado o travesseiro e mantenha o lençol para não correr o risco do idoso pegar um resfriado.

Em seguida, com uma gaze ou pano úmido comece a limpar o rosto e orelhas do idoso, passando pelos braços e tórax. Depois, seque toda essa região e cubra-o com um lençol limpo. Agora, é preciso limpar os membros inferiores. Com um pano úmido comece o mesmo processo anterior, mas use um pano diferente para limpar as partes íntimas. Por fim, seque-o e toque o lençol.

Vire a pessoa de 3 em 3 horas

Para evitar o aparecimento de escaras na pele, é importante virar o idoso de 3 em horas na cama. O ideal é colocá-lo de costas, depois virá-lo para um lado, depois virá-lo de costas novamente e, por fim, virá-lo para o outro lado.

Todas as vezes que você vira o idoso na cama, é importante passar um creme hidratante e fazer uma massagem nas regiões do corpo que estavam em contato com o colchão durante a posição anterior. Dessa forma, se o paciente estava deitado do lado esquerdo, é necessário fazer a massagem com a loção hidratante no calcanhar, tornozelo, joelho e quadril desse lado.

Ofereça uma alimentação balanceada

alimentação do idoso acamado deve ser feita nos mesmos horários em que ele costumava se alimentar. No entanto, ela precisa ser adaptada às necessidades do problema de saúde que ele enfrenta. Uma boa dica antes de tomar qualquer atitude em relação a esse assunto é procurar um médico ou nutricionista para que ele possa orientá-lo sobre como deve ser a alimentação balanceada do idoso a partir da consulta.

Muitos pacientes conseguem mastigar os alimentos e, nesses casos, não existe muito mistério — apenas é preciso cuidar para que eles não se afoguem com a comida. Porém, existem casos em que o idoso faz uso de sonda e, nesse momento, os cuidados precisam ser redobrados.

Evite edemas nos membros inferiores

Permanecer muito tempo deitado também pode prejudicar a musculatura dos membros inferiores. Por esse motivo, ao cuidar de idosos acamados é necessário realizar algumas atividades físicas para movimentar essas regiões e impedir que novos problemas apareçam.

Sendo assim, quando ele estiver deitado, levante as pernas para cima até chegarem no nível do coração. Se possível, utilize um trapézio ou, então, travesseiros e almofadas. Essa atividade ajuda os músculos a se contraírem e, assim, favorecer o retorno venoso. Isso precisa ser realizado, pelo menos, três vezes ao dia. Caso o idoso consiga andar um pouco, ofereça o apoio necessário e estimule-o a dar alguns passos.

Cuide da hora do descanso

Embora o idoso acamado permaneça constantemente deitado, é importante cuidar para que ele possa ter o seu descanso. Afinal, ele não deve passar o dia todo dormindo e muito menos ficar olhando para o teto, certo? Por esse motivo, é importante você pensar em como deixá-lo confortável.

Alguns idosos gostam de assistir TV. Então, nesses casos, é importante colocar uma no quarto para que eles se sintam mais à vontade. Tente manter os hábitos do idoso para que ele não fique tão desmotivado com o problema que enfrenta. Esse tipo de ação o ajuda a descansar e deixar de lado a preocupação com a sua saúde.

Adquira utensílios de cama especiais

Investir em utensílios especiais para cama, como colchão e travesseiros ortopédicos, é essencial para proporcionar mais conforto e qualidade de vida para o idoso acamado. Isso porque eles aliviam os pontos de pressão e ajudam a pele a respirar melhor, o que diminui as chances de desenvolvimento de escaras — além de proporcionar um sono mais acolhedor.

Os travesseiros, por exemplo, são constituídos de gomos massageadores que ajudam o idoso a ficar mais confortável. Além disso, a tecnologia envolvida na sua confecção ajuda a eliminar os agentes nocivos à saúde, como as bactérias e ácaros.

Saiba quando um médico deve ser procurado

Embora o idoso seja tratado em casa, existem alguns momentos que um médico deve ser procurado, como quando a pessoa acamada apresentar:

  • feridas na pele;

  • febre superior a 38 ºC;

  • fezes com sangue;

  • urina com cheiro fétido ou com sangue;

  • ausência de urina por mais de 8 a 12 horas;

  • prisão de ventre ou diarreia por mais de 3 dias.

Além disso, se o idoso se mostrar muito agitado ou se queixar de dores fortes pelo corpo, procure um hospital o mais rápido possível. Isso é importante porque, como a sua saúde está debilidade, a sua imunidade não costuma mais ser eficiente como antes. Por isso, ao sinal de qualquer desconforto sério, é preciso consultar um médico.

Também é importante avaliar a possibilidade de contratar um cuidador ou enfermeiros experientes que saibam lidar com as mais diferentes situações. Assim, você ficará mais tranquilo sem deixar de cuidar de quem tanto ama.

Como você pode perceber, saber como cuidar de idosos acamados não é uma tarefa tão simples. Isso porque essa ação exige muito cuidado, paciência e conhecimento por parte do responsável. Mas com as dicas contidas neste post, esperamos que essa tarefa fique um pouco mais fácil.

E aí, gostou do conteúdo do texto? Ficou com alguma dúvida a respeito desse assunto? Deixe nos comentários aqui embaixo que ajudaremos você a solucioná-la da melhor forma possível!

Gostou do Blog? Deixe uma uma resposta

Está de saída?

Assine nossa newsletter
e seja o primeiro a saber
sobre nossos blogs e
outras novidades.
inscrever-se
close-link