7 cuidados com idosos que não podem ser deixados de lado

Compartilhe este Post

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

Os cuidados com idosos vão muito além da saúde. Eles precisam ter um ambiente adaptado, além de ajuda para realizar tarefas do dia a dia e conviver com outras pessoas — algo fundamental para seu bem-estar.

Mesmo quando mantêm alguma independência, as pessoas mais velhas precisam de atenção. Mas nós sabemos que nem sempre é fácil lidar com idosos, principalmente os que são mais dependentes ou têm um problema de saúde mais grave. Muitas vezes, os responsáveis ficam sem saber o que fazer para tornar a rotina do idoso mais agradável como um todo.

Se esse é o seu caso, calma, que este post foi pensado para te ajudar! Para isso, separamos algumas dicas de cuidados que nunca devem ser deixados de lado. Continue a leitura para saber mais!

1. Fazer uma adaptação da moradia

Muitos idosos preferem continuar vivendo em suas casas. Isso é algo totalmente compreensível, já que eles querem ter seu próprio espaço, como qualquer pessoa. No entanto, o lar pode oferecer alguns riscos a sua segurança, sendo necessário fazer algumas adaptações para melhorar a locomoção e evitar acidentes. Veja o que pode ser feito:

  • colocar tapetes ou fitas antiderrapantes nas portas e nos banheiros;
  • instalar sensores de presença para a iluminação noturna;
  • usar protetores nas quinas dos móveis;
  • organizar os móveis e objetos para facilitar o apoio e o acesso;
  • deixar os utensílios de cozinha mais próximos, evitando a necessidade de subir em bancos ou degraus para alcançá-los;
  • instalar barras de apoio ao lado de vasos sanitários e onde mais for necessário;
  • esconder ou remover fios e cabos suspensos;
  • salvar números de emergência, de familiares e vizinhos na discagem rápida do telefone ou em um pedaço de papel próximo ao aparelho e bem visível.

2. Cuidar da saúde e do bem-estar

Todo mundo precisa manter uma rotina saudável sempre. No entanto, os idosos costumam ser bem mais frágeis e podem já ter algumas doenças inerentes ao envelhecimento, como a redução da visão e da mobilidade.

Por isso, é essencial vigiar a saúde do idoso para que não surjam novos problemas ou que os existentes não se agravem. É importante visitar um geriatra a cada 6 meses, consultando também outros especialistas, de acordo com a necessidade. Outras recomendações:

  • adotar uma alimentação equilibrada e adequada aos problemas de saúde que possam existir;
  • criar um sistema que facilite a tomada de medicamentos diariamente (usar caixa divisória, tabela, calendário, tomar antes do almoço ou ao acordar etc.);
  • ingerir bastante água, pois os idosos podem se desidratar com facilidade;
  • fazer alguma atividade física, mesmo que moderada e com o acompanhamento de um profissional;
  • evitar ou não consumir bebidas alcoólicas e não fumar.

3. Facilitar o convívio com as pessoas

Ainda que o idoso tenha a mobilidade prejudicada, é importante incentivar que ele saia de casa e tenha uma vida social. Podem ser inseridas na rotina desde visitas aos amigos até a participação em grupos da terceira idade.

A convivência com as pessoas, o carinho e a companhia, além de fazerem bem para a mente dos idosos, os estimula a manter uma rotina mais saudável e a cuidar de si mesmos. A socialização é fundamental para a construção do amor-próprio e da autoestima.

4. Auxiliar na locomoção fora de casa

Por mais que sair de casa seja necessário, essa pode ser uma tarefa difícil para uma pessoa idosa. Portanto, deve-se criar formas de facilitar a locomoção com uma bengala ou andador, se for o caso.

No entanto, nem sempre esse tipo de apoio é suficiente. Por isso, muitas vezes, o melhor é acompanhar o idoso quando for possível, principalmente nas consultas médicas e em alguns eventos sociais. Isso pode ser feito levando-o de carro ou dando o braço para que ele se apoie ao caminhar. É preciso apenas ter cuidado para que ele não se sinta incapacitado por receber ajuda.

5. Ajudar na higiene pessoal e da casa

A maioria dos idosos precisa de ajuda para limpar a casa, o que pode ser feito por alguém da família ou por profissionais. É importante, no entanto, ficar atento e procurar inserir a pessoa nas tarefas domésticas, caso ela queira participar.

Já a higiene pessoal pode ser um assunto mais delicado. Muitos idosos chegam a descuidar da própria limpeza por orgulho ou pelo sentimento de não querer incomodar. Então, se for o suficiente, tente ajudar de uma maneira que não seja muito inconveniente. Porém, se a pessoa não conseguir cuidar de si sozinha, é bom contar com a ajuda de um profissional.

6. Ter paciência ao lidar com o idoso

A paciência é uma palavra-chave na rotina de qualquer pessoa responsável pelos cuidados com idosos. Deve-se entender que geralmente eles se encontram em situações difíceis, seja de saúde ou de condições psicológicas. São pessoas mais debilitadas e, por isso, andam mais devagar e processam as informações mais lentamente.

Desse modo, é importante ser paciente, saber ouvir e prestar atenção ao que o idoso faz ou fala. Inclusive, ele pode dar sinais de que existe algum problema sem mesmo chegar a reclamar.

7. Procurar ajuda de profissionais

Na terceira idade, diversos profissionais fazem parte da rotina de um idoso. Médicos (sobretudo os geriatras), fisioterapeutas, nutricionistas e psicólogos são importantes para ajudá-lo a passar pela velhice da forma mais natural possível.

Mas pode chegar um momento em que o idoso se torna tão dependente que apenas a ajuda dos familiares não seja mais suficiente. Nessa hora, é importante contar com os serviços de profissionais especializados no atendimento às pessoas mais velhas.

Os cuidados com os idosos envolvem a adaptação de toda a família e a construção de uma rotina que possa oferecer a eles mais qualidade de vida. É sempre bom lembrar que por mais trabalhoso e cansativo possa ser, cuidar deles pode ser muito gratificante. Afinal, são pessoas que já contém uma boa experiência de vida e que ainda têm muito a oferecer, como amor e carinho.

Gostou do post? Quer saber mais sobre cuidados com idosos e pessoas com necessidades especiais? Então curta nossa página do Facebook e veja mais conteúdos como este!

Escrito por:

Marcus Vinicius Zorub Montanha – Diretor Técnico

Conte-nos o que achou

Descubra muito mais

Nossa equipe de especialistas em cuidados com idosos prepararam posts com orientações, informações e curiosidades sobre diversos assuntos.

Ligue já e solicite seu orçamento

Temos certeza que podemos lhe ajudar, por gentileza entre em contato.

Possuimos uma ampla experiência com cuidadores de idosos em domicílio. Focada no gerenciamento de profissionais cuidadores e na saúde da pessoa assistida, nos tornamos referência no que fazemos.

Copyright ©2021 – GUARDIOES DE VIDAS ASSITENCIA A SAUDE LTDA – CNPJ: 01.866.035/0001-70
Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Denis Almeida