0

Envelhecer é inevitável, mas a forma como esse processo ocorre, muitas vezes, é uma escolha nossa. Com isso em mente, surgiu o conceito de envelhecimento ativo, que é adotado inclusive pela Organização Mundial de Saúde.

Segundo a OMS, o envelhecimento pode ser uma experiência positiva. Para isso, é preciso otimizar as oportunidades de saúde, participação e segurança que envolvem o idoso, de forma a promover uma melhora na sua qualidade de vida.

Neste artigo, vamos entender melhor o que é o envelhecimento ativo, quais fatores têm influência nesse processo e os benefícios que ele traz. Confira!

O que é envelhecimento ativo?

Como mencionamos acima, o envelhecimento ativo ocorre quando o idoso consegue aproveitar da melhor forma as oportunidades de saúde, segurança e participação. Esse conceito se aplica tanto a indivíduos quanto a grupos populacionais.

A palavra “ativo” se refere não apenas à aptidão física para exercer determinadas atividades, como também à participação na sociedade como um todo, o que envolve questões econômicas, sociais, culturais e espirituais.

Não é porque a pessoa envelheceu ou se aposentou que ela não pode mais contribuir de alguma forma para a sociedade, seus familiares e sua comunidade, mesmo no caso de surgimento de alguma doença.

Nesse sentido, o envelhecimento ativo provê a manutenção de um senso de propósito, do sentimento de utilidade, de participação e de protagonismo em relação à própria vida. Por isso, ações que promovam a saúde mental e fomentem as relações sociais são tão importantes.

Nós nascemos, crescemos e vivemos toda a nossa vida rodeados por outras pessoas. Enquanto somos crianças, estamos cercados por nossos pais, professores, outros familiares e crianças. Depois são os amigos da escola, da faculdade, os colegas de trabalho e a família que nós mesmos formamos.

No entanto, não é raro que o idoso fique mais solitário. Muitas vezes, os seus familiares já morreram, nem sempre há filhos por perto que possam fazer companhia e os amigos também já se foram ou estão igualmente debilitados. Por fim, a própria redução da mobilidade desencoraja o idoso a sair e a ter uma vida social.

Essa situação, no entanto, é muito prejudicial para a saúde mental de quem está envelhecendo. A solidão favorece o aparecimento de doenças mentais, como a depressão, sem contar que a falta de estímulos também é um ponto crítico para o desenvolvimento de demência.

Por isso, o envelhecimento ativo também estimula a convivência solidária entre diferentes gerações. Nunca é demais lembrar que todos seremos idosos em algum momento. Além disso, esse é um relacionamento vantajoso para todos. As crianças e os adultos se beneficiam dessa convivência tanto quanto o idoso.

Qual a importância do envelhecimento ativo?

Podemos dizer que o envelhecimento ativo está mais ligado a um estilo de vida. Para compreender sua importância, vamos ver o que acontece em um processo normal de envelhecimento.

Nessa fase da vida, o organismo passa por várias mudanças, incluindo alterações no sistema cardiovascular, respiratório, endócrino, nervoso e musculoesquelético.

Isso pode ter diversas consequências, como aumento da fragilidade dos ossos, diminuição da força, da flexibilidade e da resistência muscular, aumento dos níveis de glicose no sangue, alterações de humor, redução das funções cognitivas e alguma perda de memória.

Esse processo varia muito de acordo com cada indivíduo, mas ele pode ser suavizado com a adoção de estratégias de envelhecimento ativo, que vão dar ao idoso mais bem-estar e qualidade de vida.

Quais fatores ajudam a promover o envelhecimento ativo?

Como já mencionamos acima, nossa saúde depende de questões de natureza fisiológica, ou seja, que estão relacionadas ao funcionamento do nosso organismo. Também são importantes os fatores mentais e sociais.

Se devemos cuidar de todas essas dimensões ao longo da vida, durante o processo de envelhecimento, a atenção deve ser redobrada, já que nosso organismo não tem mais uma capacidade tão grande de apresentar respostas sem que seja estimulado. Por isso, é preciso promover medidas que estimulem a capacidade física e mental, como a adoção de uma dieta adequada e um estilo de vida saudável, com atividades variadas. O acompanhamento médico periódico também é essencial.

Nesse sentido, a atividade física vai ajudar a manter a independência e a autonomia. Ao mesmo tempo, no caso dos exercícios aeróbicos, promoverá a saúde mental, elevando os níveis de serotonina e endorfina no cérebro, os chamados “hormônios da felicidade”. O exercício também ajuda nos casos de depressão, bem como melhora o humor, a concentração e o bem-estar em geral.

Se for uma atividade em grupo, ainda conta com o benefício adicional de permitir um momento de integração social e de dar margem à formação de novos relacionamentos.

Da mesma forma, é preciso cuidar da alimentação, evitando o consumo excessivo de sal, gorduras e açúcar, assim como a ingestão de álcool. Em relação ao tabaco, não é preciso nem dizer: se ele é nocivo a vida toda, imagine durante o envelhecimento.

A capacidade cognitiva também deve ser estimulada. Isso pode ser feito por meio de ginástica cerebral, atividades de leitura, jogos, trabalhos manuais e aprendizagem de novos conhecimentos. O cérebro precisa de constante estímulo para manter suas funções ou, pelo menos, para postergar e reduzir o ritmo das perdas.

Por fim, ressaltamos novamente a importância da manutenção de uma vida social. Somos seres sociáveis e nossa existência se dá na relação com os outros. Algumas estratégias para melhorar esse aspecto podem envolver participar de atividades em conjunto, exercer trabalhos voluntários ou frequentar algum tipo de grupo com os mesmos interesses, como os ligados a questões religiosas ou espirituais.

Para ajudar nesse processo e garantir um envelhecimento ativo, é importante contar com profissionais qualificados, que sejam capazes de ter um olhar sobre o idoso como um todo. Por isso, é recomendado procurar empresas que tenham equipes completas, com cuidadores de idosos, nutricionistas, fisioterapia e o apoio de enfermeiros, como é o caso da Guardiões de Vidas. Assim, será possível levar mais alegria e saúde às pessoas que você ama.

Ficou interessado? Entre em contato conosco e conheça nossos serviços. Temos uma solução feita sob medida para as suas necessidades!

Gostou do Blog? Deixe uma uma resposta

Está de saída?

Assine nossa newsletter
e seja o primeiro a saber
sobre nossos blogs e
outras novidades.
inscrever-se
close-link
WhatsApp Logo